NOTÍCIAS - 1 EM CADA 4 PESSOAS DAS CLASSES C E B DEVE AO MENOS O DOBRO DA SUA RENDA - 12/03/2014

Um em cada quatro consumidores das classes B e C devem pelo menos o dobro de sua renda mensal. Essa é uma das constatações de um estudo divulgado nesta quarta-feira (12) pela Serasa Experian.

Segundo o estudo, entre os inadimplentes da classe C, 25,6% deviam, no ano passado, o equivalente a 201% ou mais da sua renda. Na classe B, esse índice é próximo: chega a 23,1% dos inadimplentes.

A pesquisa da Serasa Experian considera como integrantes da classe C os brasileiros com renda mensal entre R$ 994 e R$ 3.147. Fazem parte da classe B, segundo os dados, consumidores com renda mensal entre R$ 3.148 e R$ 6.502.

Na classe A (renda superior a R$ 6.503 mensais), segundo o estudo, 40,6% dos inadimplentes deviam o equivalente a 10% da renda no ano passado.

Nessa camada da população, os que deviam 201% da renda ou mais eram 11,7% do total.

Entre os consumidores de classe D (renda mensal entre R$ 299 e R$ 993), 21,9% deviam pelo menos 201% do valor de seus rendimentos.

Outros 19,7% dos consumidores da classe D deviam entre 11% e 30% da renda.

QUANTO DE SUA RENDA CADA CLASSE COMPROMETE COM DÍVIDAS

Classe Até 10% da renda comprometida com dívidas De 11% a 30% De 31% a 50% De 51% a 100% De 101% a 200% 201% ou mais
A 40,6% das pessoas desta classe 19,9% 8,3% 10,4% 9,1% 11,7%
B 26,2% 18,2% 9,5% 12% 11% 23,1%
C 15,3% 17,9% 10,5% 15,7% 15% 25,6%
D 11,5% 19,7% 11,8% 18,2% 17% 21,9%
  • Classe A: renda mensal superior a R$ 6.503; classe B: renda mensal entre R$ 3.148 e R$ 6.502; classe C: renda mensal entre R$ 994 e R$ 3.147; classe D: renda mensal entre R$ 299 e R$ 993

País tinha 5,9 milhões de inadimplentes no ano passado

O estudo mostra que, em 2013, 5,9 milhões de consumidores brasileiros estavam inadimplentes, ou seja, estavam com dívidas atrasadas por mais de 90 dias.

O número supera a população das cidades de Salvador e Brasília, que, juntas, têm 5,7 milhões de habitantes. É maior, também, do que a população total de alguns países, como Dinamarca (5,5 milhões de habitantes) e Eslováquia (5,4 milhões).

Ainda assim, o número de devedores permaneceu praticamente estável com relação ao ano anterior. Em 2012, segundo a Serasa Experian, o país tinha 6 milhões de inadimplentes.

36,6% dos inadimplentes são reincidentes, diz a pesquisa

De acordo com o estudo, 36,6% dos consumidores que estavam inadimplentes no ano passado eram reincidentes, ou seja: estiveram endividados em 2012, quitaram seus débitos, mas voltaram a ficar inadimplentes.

O estudo da Serasa Experian mostra ainda que, em 2013, 33,6% dos inadimplentes tinham uma dívida. Outros 19,3% tinham duas dívidas em aberto e 18,4%, entre cinco e nove dívidas.

Na comparação com os anos de 2012 e 2011, tem caído o porcentual de pessoas com maior quantidade de dívidas.

Para Ricardo Loureiro, presidente da Serasa Experian, esse é um dado positivo, que pode ser creditado à maior preocupação dos consumidores com o tema e a maiores exigências na concessão de crédito. "Mas poderia estar melhor. O descontrole ainda é o maior motivo de inadimplência", diz.

Fonte: Uol - Economia

CADASTRE-SE

Cadastre-se em nossa base de dados e em breve receba nossa novidades por e-mail.

CLIENTE TOP CONSULTING TEM ACESSO A OPORTUNIDADES EXCLUSIVAS DE INVESTIMENTOS
SIGA-NOS NO TWITTER
ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK
TopConsulting
Escritório BH: (31) 3047-3010 Escritório SP: (11) 3589-1296