GLOSSÁRIO DE FINANÇAS

Ações

Menor parte do capital de uma empresa, negociável em Bolsa de Valores.

Asset Management - Gerenciamento de Ativos

Arte de obter o melhor rendimento possível sobre os recursos pertencentes a uma instituição ou administrados por ela.

Blue Chip - Ação de Primeira Linha

Ação de uma empresa líder de mercado que apresenta registros de lucratividade estável e ascendente, e pagamento de dividendos.

BOVESPA - Bolsa de Valores do Estado de São Paulo

Entidade de capital aberto onde são negociados títulos, ações e direitos.

Carregamento

Encargo incidente em apólices de seguro e planos de previdência privada com o objetivo de custear as despesas administrativas relacionadas à apólice ou plano.

CBLC - Câmara Brasileira de Liquidação e Custódia

Entidade responsável por custodiar as ações negociadas em Bolsa de Valores e liquidar as operações de compra e venda.

Clube de Investimento

Grupo de investidores privados que se reúne para formação de um fundo de investimento comum e para administrar os recursos por conta própria.

CVM - Comissão de Valores Mobiliários

Autoridade do sistema financeiro nacional ligada ao Banco Central e que regulamenta a atividade de vários outros órgãos ligados ao mercado financeiro.

Day Trader

Investidor que realiza, durante o dia, incontáveis operações de compra e venda de ações para realizar lucros em curtíssimo prazo.

Debênture

Instrumento de dívida de longo prazo, muitas vezes lastreado no crédito geral do emissor em vez de um bem específico.

Dividendos

Parte da receita de uma companhia que é distribuída aos seus acionistas.

Home Broker

sistema web ligado à BOVESPA e à CBLC que possibilita à investidores individuais negociar ações a partir de um terminal doméstico, a partir de cadastramento prévio em uma corretora conveniada à BOVESPA.

IGP-M - Índice Geral de Preços de Mercado

Índice calculado e divulgado pela Fundação Getúlio Vargas para medir a inflação em determinado período. Este índice foi contratado pela iniciativa privada que duvidava dos índices oficiais divulgados pelo governo.

Investment Grade

Classificação de risco atribuída à Empresas e Países refletindo a capacidade destes em honrar seus compromissos minimizando os riscos de calote (ex.: rating BBB da Standard & Poor’s). Nos EUA, várias empresas só podem investir em títulos de outras empresas se tiverem este nível de rating aceitável. 

IOF - Imposto sobre Operações Financeiras

imposto que incide sobre as operações financeiras (depósitos, empréstimos, seguros entre outros) realizadas no sistema bancário com alíquota de 0,38%.

IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo

índice de medida da inflação oficial pelo governo utilizado, por exemplo, para a remuneração de títulos de longo prazo emitidos pelo Tesouro Nacional.

Juros

remuneração do capital ao longo de determinado período.

NASDAQ - National Association of Security Dealer?s Automated Quotations

sistema de informações computadorizado que fornece as cotações em tempo real de uma série de títulos (inclusive, os da Bolsa de Nova York) em todo o território dos EUA.

NYSE - New York Stock Exchange

Bolsa de Valores de Nova York, referência para todas as outras bolsas de valores do mundo.

Offshore

transações financeiras realizadas em moedas estrangeiras e entre estrangeiros.

Rating

classificação conferida por Agências de Classificação de Risco (Standard & Poor’s, Fitch e Moody’s) que mede a capacidade de Empresas e Países de cumprirem suas obrigações financeiras com os investidores e os riscos de calote.

Risco

possibilidade de perda. No mercado financeiro, o risco se configura em: cambial, da taxa de juros, político, de vencimento (inadimplência) e de crédito.

SUSEP - Superintendência de Seguros Privados

órgão subordinado à CVM que regula a atividade de seguros, previdência privada e capitalização no Brasil.

Taxa de Administração

encargo cobrado pela Instituição para gerir os recursos de seus investidores através das estratégias de seus especialistas.

Taxa Rerencial de Juros - TR

a TR é uma taxa de juros calculada com base na taxa média mensal ponderada ajustada de 30 instituições selecionadas, sendo eliminadas as duas de menor taxa média e as duas de maior taxa média. Do valor obtido, é aplicado um redutor definido pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Com relação ao seu valor, hoje em dia a TR média está em 0.0743%.

Taxa SELIC

é a taxa que reflete o custo do dinheiro para empréstimos bancários, com base na remuneração dos títulos públicos. Também é conhecida como taxa média do over que regula diariamente as operações interbancárias.

Tesouro Direto

programa de venda de títulos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia - CBLC. Os investimentos podem ser de curto, médio ou longo prazo, sendo uma ótima opção para quem quer investir com baixo custo, alta rentabilidade e liquidez quase imediata.

CADASTRE-SE

Cadastre-se em nossa base de dados e em breve receba nossa novidades por e-mail.

CLIENTE TOP CONSULTING TEM ACESSO A OPORTUNIDADES EXCLUSIVAS DE INVESTIMENTOS
SIGA-NOS NO TWITTER
ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK
TopConsulting
Escritório BH: (31) 3047-3010 Escritório SP: (11) 3589-1296